Para conectar na rede Wi-Fi, faça um check-in no Facebook

Uma das coisas que gerenciadores de mídias sociais mais buscam é o alcance social, que nada mais é que o mais puro e perfeito alcance “normal” das publicações, sem grandes intervenções do algoritmo da Facebook.

Imagem publicitária da NSEC Brasil mostra como funciona o sistema: Ao invés de senha para acessar à internet, o roteador pede check-ins na página da empresa no Facebook.

Imagem publicitária da NSEC Brasil mostra como funciona o sistema: Ao invés de senha para acessar à internet, o roteador pede check-ins na página da empresa no Facebook.

 

No Facebook Hackathon de 2012 um grupo de estudantes desenvolveu uma solução maravilhosa utilizando o SDK do Facebook. Tratava-se de um pequeno algoritmo acoplado a um roteador, que quando conectado à ele, ao invés de digitar senha para acessar a internet, ele pede check-ins em uma determinada página do Facebook. Não demorou muito para muitas soluções serem criadas utilizando esta tecnologia, desde complexos hotspots de internet, utilizando servidores Radius, até soluções prontas da Facebook Wi-Fi que também fazem este serviço.

A NSEC é uma das empresas que está habilitada a realizar a instalação e configuração do hotspot da Facebook, atualmente estão atendendo a todo Brasil através do seu site e por telefone, segue os contatos:

Site: www.nsec.com.br

Fone: (53) 3027-2110

 

Instalando o JDK e o JRE no CentOS / Fedora

Vá até uma pasta livre…

$> cd /opt

Download para OS 32 Bits:

$> wget --no-cookies --no-check-certificate --header "Cookie: gpw_e24=http%3A%2F%2Fwww.oracle.com%2F; oraclelicense=accept-securebackup-cookie" "http://download.oracle.com/otn-pub/java/jdk/8u45-b14/jdk-8u45-linux-i586.rpm"
$> wget --no-cookies --no-check-certificate --header "Cookie: gpw_e24=http%3A%2F%2Fwww.oracle.com%2F; oraclelicense=accept-securebackup-cookie" "http://download.oracle.com/otn-pub/java/jdk/8u45-b14/jre-8u45-linux-i586.rpm"

Download para OS 64 Bits:

$> wget --no-cookies --no-check-certificate --header "Cookie: gpw_e24=http%3A%2F%2Fwww.oracle.com%2F; oraclelicense=accept-securebackup-cookie" "http://download.oracle.com/otn-pub/java/jdk/8u45-b14/jdk-8u45-linux-x64.rpm"
$> wget --no-cookies --no-check-certificate --header "Cookie: gpw_e24=http%3A%2F%2Fwww.oracle.com%2F; oraclelicense=accept-securebackup-cookie" "http://download.oracle.com/otn-pub/java/jdk/8u45-b14/jre-8u45-linux-x64.rpm"

Instalação (via RPM) para o OS 32 Bits:

$> rpm -Uvh jdk-8u45-linux-i586.rpm
$> rpm -Uvh jre-8u45-linux-i586.rpm

Instalação (via RPM) para o OS 64 Bits:

$> rpm -Uvh jdk-8u45-linux-x64.rpm
$> rpm -Uvh jre-8u45-linux-x64.rpm

Só correr para o abraço!

$> java -version
$> javac -version

Como gerar uma chave CSR (SSL)

Se você deseja obter um certificado SSL de uma autoridade certificadora (CA), você precisa gerar primeiro, uma chave de requisição (CSR). O CSR consiste de um par de chaves públicas, além de algumas informações à serem adicionadas ao certificado, como por exemplo, as informações da sua empresa.

Para gerar uma requisição de certificado (chave de requisição), é necessário que você tenha acesso ao terminal do seu servidor, lá, digite o seguinte:

$> openssl genrsa -out domain.key 2048
$> openssl req -new -sha256 -key domain.key -out domain.csr

Algumas informações serão perguntadas, preencha como a seguir:

AdBlock: Propaganda ou Lentidão

A algumas semanas resolvi abandonar do Google Chrome, quando ele bateu o recorde de utilização de 2GBs de memória do meu computador (que só possui 8). Era meados do lançamento do Firefox 64 bits para Windows, então baixei, importei meus favoritos e migrei para o Firefox.

Infelizmente, de pronto fiquei decepcionado com a baixa qualidade dos bloqueadores de ADS do Firefox, como o próprio AdBlock Plus.

Eis que surge a escolha: Propaganda no Firefox, ou Lentidão no Chrome?

A quem interessar, há como desabilitar a “whitelist” do ABP: http://dottech.org/25096/what-is-acceptable-ads-and-how-to-disable-it-adblock-plus/.

Driver do Bluetooth USB Dongle – A saga

Esta semana resolvi comprar um adaptador Bluetooth para conectar meu headset Motorola S9 ao computador. Adquiri em um distribuidor de TI local um mini-adaptador sem marca ou “pelo”, apenas com a descrição “Bluetooth USB Dongle” na embalagem, o que até então: Tranquilo…

 

Embora ter custado menos de Dez Reais, eu esperava conectar o dispositivo e ele se auto-instalar, ou seja, plug and play. Mas passou longe disso… Após pesquisar na internet por um driver, e ver muitas pessoas com o mesmo problema que o meu, aceitei o desafio de resolver o problema. Parti então para uma investigação à fundo sobre o dispositivo, começando por abri-lo e verificar o fabricante e modelo do seu controlador (para então buscar um driver apropriado).

 

 

Tratando-se então de um Conwise CW6601P, um controlador bluetooth genérico xing-ling.

 

 

Tentei diversos drivers baixados da internet e nenhum compatibilizava com meu dongle. Após algum tempo pesquisando, cheguei a um site em russo (que consegui ler utilizando o translate, claro) que falava sobre um defeito de série em grande parte das unidades deste dispositivo, em que os contatos da resistência (ao lado contrário ao controlador) ficava em curto-circuito com a capa metálica do próprio componente, impedindo seu correto funcionamento. O que facilmente detectei também no meu dongle.

 




 

 

Parti então para refazer a solda da resistência. Dotado de um ferro de solda, uma lupa, uma luminária, e muita paciência, reduzi aquele ponto enorme de solda à uma solda bem feita, e em seguida montei novamente o dongle, colocando a capa metálica que faz o terra da USB e as capas plásticas.

 

img_0147


Em seguida, bastou instalar o BlueSoleil, software licenciado para o fabricante deste dongle (IVT Corporation) e que possui um pacote de drivers para uma série de dongles bluetooth genéricos. Liguei o meu dispositivo ao computador e vua-lá! Identificou e instalou o dispositivo corretamente.

 

blue-soleil-bluetooth-usb-dongle

 

Então, se você chegou aqui e também não conseguiu instalar seu dongle por conta do bendito “Unknown Device” ou “Dispositivo Desconhecido“, dependendo da versão do seu Windows, provavelmente este também seja o seu problema.